Viagem Bariloche – De Joinville (SC) a Villaguay (Argentina)

Boa noite,

Separamos numa série de três posts a viagem que um dos tios da Aline fez com a esposa e a filha até Bariloche. Iniciaremos a jornada contando como foram os dois primeiros dias da viagem, desde a saía de Joinville, a fronteira cruzada e a chegada em Villaguay, longe praticamente 1.500 km da cidade natal.

Antes de tudo, a viagem foi feita com um Peugeot 207 Passion ano 2010. A média de toda a viagem ficou em cerca de 15km/l, com uma leve melhorada (chegou a 18km/l) nos trechos argentinos com a gasolina de maior octanagem de terras estrangeiras.

A viagem se iniciou em Joinville (SC) às 07h22 do dia 28/12/2012. Ficaremos devendo os valores dos pedágios do trajeto, pois nem todos os papéis foram guardados e se for para dar a informação incompleta, melhor nem dar. O caminho percorrido foi praticamente todo pela BR-470, passando por várias cidades, dentre elas Campos Novos e Passo Fundo.

Abaixo uma foto da BR-470 e dos famosos pampas gaúchos: DSCF3635

DSCF3644

Próximo das 18h, uma pequena parada em Panambi, no Museu Militar Brasileiro. A entrada custava R$8,00 por adulto e R$4,00 para crianças/estudantes. O museu é mantido por um empresário de forma particular, e recentemente recebeu mais um avião Boeing 737. Um link bastante interessante é este aqui, que possui uma foto panorâmica 360º do local. O museu contém vários equipamentos utilizados em guerras, e o grande destaque era o Boeing 737 existente. Seguem algumas fotos do museu:

DSCF3662

DSCF3699

DSCF3655

DSCF3654

DSCF3700

DSCF3666

DSCF3686

DSCF3688

DSCF3690

A cidade de Panambi (RS) ficava há apenas 50 km do destino final do primeiro dia da viagem, que era Ijuí, também no Rio Grande do Sul. A chegada ao hotel Jardim Europa foi próxima das 18h20, totalizando praticamente 11 horas para completar o trecho de 732 km, isto com uma parada para o almoço e a parada de cerca de 1 hora no Museu Militar.

A diária do hotel custava R$178 para 3 pessoas, e a hospedagem era numa “casa” cercada de verde. A casa contava com 1 cama de casal e uma cama de solteiro. O café da manhã estava incluso, e como de costume, deu de “10 a 0″ nos cafés argentinos (assim como na nossa viagem ao Uruguai).

DSCF3710

DSCF3708

DSCF3705

DSCF3704A saída de Ijuí no dia seguinte (29/12) foi às 07h50. No caminho, mais uma foto dos pampas gaúchos:
DSCF3728
Um pouco antes de cruzar a fronteira, depois da cidade de São Borja, uma bonita ponte onde só se passava um carro por vez, tudo controlado por um sinaleiro:

DSCF3740

DSCF3735Chegando em Uruguaiana, ficou o registro da igreja da cidade (no post da volta tem uma foto mais bonita):DSCF3749O rio Uruguai é quem faz a fronteira entre Brasil e Argentina, e para cruzá-lo, só passando pela ponte:DSCF3750A primeira foto em solo argentino foi a seguinte:DSCF3758Foi logo no começo da viagem no país vizinho que também veio uma surpresa desagradável: já havia lido em diversos relatos na Internet que existem alguns policiais argentinos corruptos, que, por exemplo, dizem que você estava acima da velocidade (mesmo você não estando), e então pedem uma propina para você não receber uma multa.

E não foi diferente com o tio da Aline: no início da Ruta 14, o carro foi parado pelos policiais que logo foram pedindo uma “graninha” para passar o Ano Novo. Com 100 pesoas a menos na carteira (cerca de R$35/R$40), a viagem prosseguiu até Villaguay sem problemas. A chegada foi próximo das 20h, cerca de 12 horas depois da saída de Ijuí. O portal da cidade não é dos mais bonitos:

DSCF3759

DSCF3764

A cidade possui cerca de 50 mil habitantes e não possui grandes atrativos. A hospedagem foi no Hotel Casa Grande, e custou 310 pesos argentinos (cerca de R$125). O café da manhã era apenas razoável, comparando com o café de hotéis brasileiros. O quarto continha 3 camas de solteiro.

DSCF3769

DSCF3771

Espero que tenham gostado deste primeiro post da viagem de Joinville até Bariloche. Ainda esta semana, o segundo trecho da viagem, passando pelas cidades de Trenque Lauquen e Neuquén.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>