Dicas gerais da Argentina

bandeira argentina

Vamos concentrar aqui neste post algumas dicas gerais para você que pretende viajar de carro até a Argentina:

  • conforme já comentado em um dos posts anteriores, os pedágios argentinos não aceitam real como pagamento, portanto se prepare levando pesos argentinos antes da fronteira.
  • cuide com os policiais argentinos corruptos, sobretudo perto da fronteira. Na ida, lá se foram 100 pesos para o “reveillon com a família”, e na volta, 50 pesos para “encher o tanque da viatura”.
  • em vários pontos da Argentina os policiais pedem para você encostar o carro e pedem carteira de motorista, documento do carro e a carta verde (saiba mais no post das dicas do Uruguai).
  • em Neuquén e Bariloche existem fiscalizações de vigilância sanitária que impedem que você entre com comida ou carne a partir daquele ponto. No ponto de Bariloche tem até uma máquina de raio X que passa no automóvel.
  • a maioria dos postos de gasolina argentino são da rede YPF. Mas também existem vários Petrobras (assim como no Uruguai). A gasolina estava cerca de R$2,40 na época da viagem.
  • ao contrário de outros relatos por aí, não foram encontrados probemas com argentinos carrancudos. Apenas um policial não foi simpático.

Espero que tenham gostado do relato da Argentina. O próximo post falará bastante sobre a Ilha do Mel, no Paraná.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>