Viagem Ushuaia (Argentina) – Passeio de barco ao Canal Beagle

Olá pessoal,

Para fechar nossa série de posts da viagem de nossos colegas à Ushuaia, faremos um relato sobre o passeio de barco pelo canal Beagle. Para este passeio, existem diversas opções tanto de empresas quanto tipos de passeio. As opções diferem basicamente na duração, no tamanho do barco (e logicamente na quantidade de pessoas) e na inclusão ou não do café/lanche durante o passeio. Além disso, apenas algumas empresas incluem em seu pacote um passeio a pé por uma das ilhas. De praxe todas elas contemplam à visita às ilhas com lobos marinhos e a passagem pelo farol, dentre outros pontos em comum.

beagle1

O passeio se inicia no porto da cidade, que fica localizado no centro da mesma e é de onde saem todas as embarcações para conhecer o canal Beagle e as ilhas que ficam perto do canal. No verão inclusive é possível viajar dali até à Antártida, mas como era inverno, eles não tiveram esta oportunidade. O guia lhes contou inclusive que ali é um dos cinco pontos existentes que saem para Antártida, sendo este o mais próximo.

Vamos ficar devendo o nome da empresa escolhida por eles, mas ela tinha como diferenciais o barco menor, lanchinho e café inclusos, além de um providencial licor para esquentar. Uma curiosidade é que o piloto da embarcação era brasileiro (gaúcho), e já estava por lá nos últimos três anos. Esta empresa também oferece a opção de caminhar a pé numa das ilhas e conhecer um pouco mais da vegetação local. O custo do passeio saiu por 360 pesos argentinos/pessoa (cerca de R$144). Nos barcos maiores, o custo era relativamente menor (300 pesos, ou R$120).

A saída do porto se deu por volta das 12h, e o passeio durou cerca de três horas. A temperatura no dia era baixa e inclusive estava nevando um pouco na saída, mas a temperatura mais baixa foi sentida durante o passeio a pé na ilha. O passeio começa justamente pela saída do Canal Beagle, e neste pontos os passageiros podem ficar na parte externa do barco quanto na parte interior. Porém logo no começo o guia chama todas as pessoas para explicar um pouco da história e contar algumas curiosidades do local.

beagle2

beagle3

A primeira “parada”, conforme comentado no início deste post, foi na ilha onde ficam os lobos marinhos, que são um tanto quanto mal cheirosos. Oportunidade para registrar o momento:

beagle4

beagle5

beagle6

beagle7

Logo após o barco segue em direção ao “farol do fim do mundo“, que é o farol funcional mais ao sul do mundo. Nem o farol, nem o local dele são os originais, porém a réplica existente é 100% fiel ao modelo.

beagle8

beagle9

beagle10

Por fim, a última parada do passeio: a ilha para a caminhada. Neste momento do passeio o frio era muito mais intenso do que o registrado no início do passeio, e também estava nevando bastante, o que fez com que boa parte dos 20 passageiros não descessem na ilha. No final, eles ficaram com a sensação de que a caminhada valeu bastante a pena, pois foi possível observar a vegetação nativa e ouvir uma boa explicação do guia.

beagle11

beagle12

beagle13

beagle14

Para finalizar o passeio com chave de ouro, eles avistaram uma baleia franca, que segundo o guia é algo muito raro de acontecer por lá. O próprio guia ficou espantado e feliz com a presença de mesma, e foi possível registrar o momento:

beagle15

beagle16

E fechamos assim a série de sete posts que relatou a viagem de nossos colegas Ademir, Márcio e os Irmãos Stil à Ushuaia! Gostaríamos de agradecer principalmente ao Ademir, que foi o responsável por nos passar os relatos e as fotos antes de postarmos por aqui!

Esperamos que tenham gostado e que os posts tenham sido de grande valia para possíveis viagens futuras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>