Viagem Curaçao – A escolha do hotel

Boa noite pessoal,

Iniciamos hoje oficialmente a série de posts que falará de nossa viagem de 10 dias a Curaçao.

O post de hoje fala especificamente da saga que foi a busca por um hotel que se encaixasse no nosso perfil. Primeiramente, não se assuste: a grande maioria dos hotéis de Curaçao não oferece café da manhã como parte inclusa de sua diária, o que de certa forma fez com que a gente partisse para outras alternativas.

Alguns hotéis até incluem o café da manhã, porém os comentários no Booking e no TripAdvisor são extremamente desanimadores, pois basicamente comentam a baixa qualidade dos mesmos. Já os hotéis que oferecem o café, porém cobrando uma taxa, são extremamente caros, como por exemplo os exorbitantes R$43 por pessoa/dia no Blue Bay Curaçao.

Estes hotéis maiores tem como principal ponto positivo (ou não, depende do seu ponto de vista), a possibilidade de parcelamento da estadia em mais vezes no cartão de crédito (especialmente pelo site da Decolar).

Uma outra opção, esta no estilo “bom e barato”, é a busca de lugares para ficar pelo site airbnb. Até então nunca tinha ouvido falar deste site (indicado por uma colega da Aline que esteve em Curaçao recentemente), que de forma resumida é um site que serve como intermediário entre o anfitrião de algum imóvel (ou parte dele, como um quarto) e o hóspede, onde é cobrada uma pequena taxa para fazer esta mediação. É possível encontrar lá, por exemplo, um pequeno apartamento com cozinha por menos de R$1.000 para 10 diárias.

Um outro ponto em que se deve tomar bastante atenção é para as taxas cobradas por cada hotel: o imposto do país é de 7% sobre o preço total, mas em nossas buscas principalmente pelo Booking encontramos hotéis que cobravam praticamente 25% de taxas e impostos sobre o preço total, o que faz com que uma reserva de R$2.500, por exemplo, salte para R$3.125.

Em questão à localização dos locais, os grandes hotéis estão concentrados basicamente em quatros pontos de Curaçao:

  • Jan Thiel: bairro mais ao leste/sul da ilha e um pouco mais “elitizado”, alguns com praias particulares exclusivas. Alguns hotéis: Papagayo Beach and Lounge Resort, Chogogo Resort, Morena Resort e Livingstone Jan Thiel Resort.

chogogo

papagayo

  • Região do Sea Aquarium: localizado também mais ao leste/sul da ilha, porém mais perto da capital Willemstad, alguns deles também com praias particulares exclusivas. Alguns hotéis da região: o próprio Royal Sea Aquarium Resort, Kontiki Dive & Beach Resort e Sunscape Curaçao Resort (este o único verdadeiro All-Inclusive da ilha).

sea aquarium

sunscape

  • Região próxima às pontes (Punda e Otrobanda): nesta área estão localizados a grande maioria dos hotéis da ilha, dentre eles: Ávila Hotel, Villa Tokara, Otrobanda Hotel & Casino, San Marco, Renaissance Curaçao Resort & Casino e Howard Johnson Plaza.

howard johnson

otrobanda

  • Piscadera Bay: um pouco mais à oeste da capital Willemstad, abriga o Floris Suite Hotel, Marriot Beach Resort & Emerald Casino e o Hilton Curaçao. O Hilton tem uma praia exclusiva para seus hóspedes.

Concierge Desk

marriot

Alguns hotéis, que mais se assemelham a conjuntos de apartamentos, estão localizados mais na parte oeste da ilha (que é onde estão localizadas as melhores praias), e vários destes oferecem serviços de mergulho com equipes especializadas dentro do próprio estabelecimento.

No final, acabamos optando por um apartamento bastante espaçoso e com cozinha completa, o Quint’s Travelodge. A escolha foi justificada principalmente pelos comentários feitos para o local no TripAdvisor e no Booking. Primeiramente iríamos reservar o apartamento pelo Booking, mas após uma troca de e-mails com o Paul, dono do local, conseguimos um desconto de 5% nas diárias caso fizéssemos a reserva por e-mail mesmo. Para tal, foi necessário apenas fornecer o número do cartão de crédito para que ele fizesse um “pré-desconto” de uma diária no cartão, que em caso de cancelamento, será cobrada.

Já com os 7% de taxa do país, a diária ficou próxima dos US$91, totalizando US$915 para 10 diárias (com o dólar turismo na época estava em R$2,30, o total ficou próximo dos R$2.100).

Durante a série de posts da viagem, falaremos um pouco mais do apartamento, colocando fotos e mais comentários sobre o mesmo. Ainda esta semana teremos um novo post, falando sobre o preço das passagens aéreas para Curaçao e como foi nossa busca por promoções de passagens. Até lá!

2 thoughts on “Viagem Curaçao – A escolha do hotel

  1. Pingback: Viagem Curaçao – A escolha do hotel | ALFA Dicas de Viagens

  2. Pingback: Viagem Curaçao – Quint’s Travelodge | ALFA Dicas de Viagens

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>