Viagem Curaçao – O voo da Avianca de São Paulo a Curaçao e o aeroporto de Bogotá

Olá pessoal,

Prosseguindo com os posts de nossa viagem a Curaçao, o post de hoje comentará um pouco sobre a experiência de viajar com a Avianca para Curaçao. Nosso voo de ida estava previsto para sair às 09h45 do aeroporto de Guarulhos. Chegamos lá um pouco antes das 07h30 e como já havíamos feito o check-in online na noite anterior, apenas procuramos o balcão para despacho de bagagens.

Havia uma pequena fila com cerca de 15 pessoas na nossa frente, porém com quatro guichês atendendo ela andou rapidamente e antes das 08h já havíamos despachado nossas bagagens.  Como ainda era cedo para ir para a sala de embarque, demos uma volta no aeroporto, e quando chegou mais próximo da hora do embarque, entramos. A chamada para nosso voo começou a ser feita próximo das 09h15, e já pelas 09h35 todos estavam embarcados em suas poltronas.

O avião que fez o trajeto entre São Paulo e Bogotá foi um AirBus A330, e na classe econômica possui a configuração 2-4-2, ou seja, duas poltronas em cada janela e quatro no meio, com dois corredores entre elas.

27244_1273412123

DSC04816

DSC04824

Cada poltrona possui a sua própria central de entretenimento, que oferece alguns filmes e seriados (em três línguas, português, espanhol e inglês), além de músicas separada por temas e alguns jogos bem toscos. É possível também acompanhar alguns dados sobre a viagem, como velocidade e altura do avião, distância percorrida e quanto ainda falta para chegar no destino final.

DSC04821

DSC04829

DSC04830

Perto das 11h, nos foi servido o café da manhã. Como opção de prato quente, você poderia escolher entre omelete ou quiche, que era acompanhado por um pedaço de linguiça, além de milho e ervilha. Ainda haviam pedaços de frutas (melancia, laranja e melão) e um pão com margarina e geléias brasileiras. O lanche em si era de boa qualidade. Para tomar, você poderia escolher entre sucos, refrigerantes, água ou café. Optamos pelo omelete:

DSC04822

O voo no geral (que dura aproximadamente seis horas) foi bem tranquilo, sem nenhuma grande turbulência. Chegando perto da cidade colombiana, ainda nos foi servido um sanduíche com queijo, peito de peru e tomate seco, acompanhado novamente dos líquidos previamente citados, com uma pequena diferença: tinham as opções de whisky e vodka!

DSC04827

Chegamos em Bogotá às 12h30 (horário local, visto que o fuso é três horas menor que do Brasil). Como a saída para Curaçao era somente às 14h56, tivemos tempo para passear pelos Duty Free de lá, que comparados com o de Guarulhos, por exemplo, são maiores e com preços um pouco melhores. O aeroporto de Bogotá é muito bem organizado e de tamanho razoável. 

Para matar um pouco de nossa fome, numa loja de produtos colombianos estavam dando amostras grátis de chocolate colombiano recheado de diversos tipos de frutas. Bem no final do aeroporto, ainda há um pequeno cassino para os viciados em jogos.

DSC04837

DSC04874

DSC04840

DSC04842

DSC04845

DSC04848

Mais perto do horário de saída de nosso voo, fomos para a sala de embarque, onde encontramos algumas colombianas com trajes típicos:

DSC04856

Foi lá que pudemos escutar uma situação interessante num voo que iria para a Cidade do Panamá: provavelmente por conta de um overbooking, a Avianca estava pagando US$150 em dinheiro para quem quisesse ceder seu lugar no voo e viajar no próximo disponível.

O nosso voo também não escapou de problemas: na hora do check-in escolhemos a poltrona de número 25, porém ao chegar no avião o último número das poltronas era 21, ou seja, nossa poltrona não existia. Comentamos com a aeromoça e ela ligou para alguém de dentro do aeroporto, e nos disse que logo acharia um lugar para nós. Depois de algum tempo ela retornou e falou que poderíamos sentar nas poltronas de número 21 mesmo, porém nem todas as pessoas do voo já haviam embarcado. Assim que veio o segundo ônibus de passageiros, um outro casal tinha a poltrona de número 21, e tivemos que nos retirar. Procuramos novamente a aeromoça e ela nos pediu para ficarmos tranquilos, pois as portas da aeronave já haviam sido fechadas e sobrariam vagas. Assim que todos se acomodaram, sobraram dois únicos lugares lado a lado (haviam outras poltronas disponíveis, mas não uma do lado da outra), e fomos acomodados lá. O avião era um AirBus A319, na configuração 2-2:

DSC04865

Tirando este pequeno imprevisto, o voo (que teve duração de cerca de 1h45min) também foi bem tranquilo. No meio do trajeto nos foi servido uma espécie de wrap recheado com peito de peru, milho, ervilha e mais alguns legumes, além de um pedaço de tomate,  uma mini-porção de batatas tipo Rufles e de sobremesa uma espécie de mini-waffle, todos bastante saborosos. Para acompanhar, o de sempre: suco, água, refrigerante e café.

DSC04884

Chegamos em Curaçao no horário previsto (17h45, pois o fuso é uma hora a mais que de Bogotá) e nossas bagagens rapidamente chegaram na esteira indicada. A passagem pela imigração também ocorreu de forma bastante rápida. Conseguimos tirar duas fotos lá do alto (onde em uma delas vocês já poderão ver a ridícula cor azul do mar):

DSC04890

DSC04896

De forma geral, avaliamos a Avianca no trajeto São Paulo/Curaçao como um boa companhia aérea. Tirando o pequeno imprevisto no voo de Bogotá a Curaçao, não temos do que reclamar. Ainda teremos um post falando especificamente sobre a volta! O próximo falará um pouco mais do aluguel de carro que fizemos em Curaçao, aguardem!

One thought on “Viagem Curaçao – O voo da Avianca de São Paulo a Curaçao e o aeroporto de Bogotá

  1. Pingback: Viagem Curaçao – O voo da Avianca de São Paulo a Curaçao e o aeroporto de Bogotá | ALFA Dicas de Viagens

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>