Viagem Curaçao – Klein Curaçao

Olá pessoal,

Depois de um extenso relato das praias que visitamos em Curaçao, hoje é dia de falarmos de Klein Curaçao, uma pequena ilha inabitada que fica a alguns km da ilha principal.

Primeiramente, são três as empresas que fornecem passeios para lá: Miss Ann Boat Trips, Mermaid Boat Trips e Bounty Adventures. Optamos pela Mermaid Boat Trips, principalmente pelo fato dela possuir uma espécie de QG na ilha, diferentemente das outras. O custo é salgado: US$110 por pessoa (na cotação atual, um pouco mais de R$250). As outras duas empresas também cobram nesta faixa. Porém, como havíamos feito o Welcome Card Curaçao (falaremos mais deste cartão em outro post), ganhamos um desconto de US$25 no total, ou seja, ao invés de pagarmos US$220, pagamos US$195.

Os dias disponíveis para o passeio são quarta, sexta e domingo (na Mermaid). Caso esteja chovendo, o passeio não sai. Fizemos a reserva por e-mail mesmo, e para tal não precisamos efetuar nenhuma espécie de pré-pagamento ou fornecer dados de cartão de crédito. O embarque é a partir das 06h45 em CaracasBaai, no lado leste da ilha (a uns 10 km da capital Willemstad). Para chegar lá, basicamente você pega a Caracas Baai Weg e segue as placas.

O estacionamento é do lado de fora do porto, totalmente gratuito e seguro. Chegamos lá em torno das 06h20, e nest hora ainda não estavam embarcando ninguém. Próximo das 06h35 o embarque se iniciou.  Assim que você pisa no barco (que comporta de 80 a 100 pessoas), há uma lista das reservas. Falamos nossos nomes (Fábio e Aline), e não encontraram eles na lista. Perguntaram então o nome de nosso hotel, e como eram apartamentos, eles também acabaram não entendendo. Por fim, falamos nosso sobrenome (Wagner), e então finalmente encontraram nosso nome na lista.

DSC06360

DSC06360

DSC06363

DSC06364

DSC06365

DSC06366

DSC06367

DSC06368

DSC06373

DSC06377

DSC06382

DSC06388

DSC06413

DSC06414

O pagamento do passeio é feito já no embarque, e conforme já comentado, com o desconto do Welcome Card Curaçao, pagamos US$185 e então subimos para o piso superior do barco. Especificamente na ida há apenas café disponível para os passageiros.

O barco foi enchendo e próximo das 07h10 saímos do píer em direção à ilha: a maioria dos turistas eram holandeses, mas como haviam pessoas de outras nacionalidades, as instruções eram passadas em holandês, inglês e espanhol. O trajeto até Klein Curaçao é praticamente todo em mar aberto, e havíamos lido em outros blogs e fóruns que era comum várias pessoas passarem mal durante o trajeto, chegando a vomitar e tudo mais, o que acabou nos deixando um pouco preocupados. Porém, no nosso passeio, apenas uma mulher passou mal e não tivemos maiores problemas quanto à isto. Há inclusive um recado “amigável” para quem embarca:

DSC06594

O trajeto até à ilha levou cerca de 1h30m.

DSC06394

DSC06399

DSC06404

Ao chegar próximo da ilha, são primeiramente descarregados as comidas e bebidas. O barco ancora perto da faixa de areia, quem quiser pode ir nadando até à ilha, mas também há disponível uma espécie de bote que leva cerca de 25 pessoas por vez para desembarcar na faixa de areia. Aproveitamos a pausa para tirar algumas fotos da ilha, bem como do belíssimo mar azul:

DSC06410

DSC06415

DSC06417

DSC06420

DSC06421

DSC06422

DSC06424

DSC06430

Conforme já comentamos, a Mermaid é a empresa com mais estrutura na ilha, e pudemos notar isso assim que chegamos na ilha:

DSC06427

DSC06428

DSC06435

DSC06539

Assim que todos se acomodam em suas espreguiçadeiras embaixo das barracas de sapê, todos são chamados para o café da manhã, que basicamente eram pães recheados de queijo e presunto com a opção de adição de tomate e pepino:

DSC06433

Satisfeitos, a tripulação é chamada para uma breve explanação do nosso roteiro na ilha durante o dia, onde o instrutor fala um pouco do almoço (explicando que será soada a buzina do barco e o sino que tem no QG), mostra onde estão os snorkels para mergulho e comenta que refrigerante, água e suco estão inclusos no pacote e são gratuitos. A única cobrança de bebidas é sobre as alcóolicas. Detalhe: o controle é feito pelo próprio turista, e o pagamento é feito somente no desembarque lá no cais de Caracas Baai. A cerveja disponível era a Polar (venezuelana) de 237 ml, e custava 2 dólares ou 3 florins. Havia também disponível rum e vodka.

DSC06533

De café tomado, fomos fazer a “parte cultural” da ilha, que é a visitação do farol ali existente e de 2 barcos naufragados. Ambos estão em um estado precário, e é bom tomar cuidado caso entre em algum deles para não pisar em nenhuma tábua podre e ainda acabar se machucando. A caminhada de nosso quartel general até o farol é rápida (de 5 a 10 minutos) e chegando lá tiramos várias fotos:

DSC06440

DSC06441

DSC06443

DSC06446

DSC06447

DSC06448

DSC06449

DSC06451

DSC06458

DSC06464

DSC06468

DSC06500

DSC06501

DSC06505

DSC06506

DSC06507

Do farol até os barcos naufragados dá mais uma caminhada de 5 a 10 minutos, e o cenário ali presente rendeu mais algumas boas fotos:

DSC06465

DSC06467

DSC06471

DSC06477

DSC06486

DSC06488

DSC06494

DSC06498

Depois disto fomos finalmente mergulhar em busca das tartarugas, famosas por estarem sempre por ali. E não foi difícil achá-las, já que depois de alguns minutos já encontramos a primeira. O ápice do dia foi encontrar duas tartarugas juntas. Na praia não há muitos peixes, pois o fundo do mar é basicamente areia, areia e areia. Como já falamos no post da praia Lagún, a sensação de nadar lado a lado com estes animais é indescritível, uma sensação única.

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=NDnWubY3xyQ]

[youtube=http://youtu.be/BDvBfcuNxLU]

[youtube=http://youtu.be/A4JhFn4pV30]

[youtube=http://youtu.be/FlyapfK3rV4]

[youtube=http://youtu.be/Xz4c8J1xc7M]

Encontramos também peixes camuflados por lá:

[youtube=http://youtu.be/0uPhMB5IoGU]

[youtube=http://youtu.be/0PsnWf6Zmqc]

Após o mergulho, voltamos para nossa barraca de sapê e esperamos a hora do almoço, que é próximo das 13h. No cardápio três tipos de carne (hambúrguer, frango e costelinha de porco), além de diversos acompanhamentos (salada, maionese, molhos, pães, etc). Para sobremesa frutas: melancia e abacaxi.

DSC06530

DSC06548

DSC06549

DSC06550

DSC06551

DSC06553

DSC06554

Ao lado da área do almoço haviam várias iguanas e uma espécie de bermigão:

DSC06557

DSC06519

DSC06525

[youtube=http://youtu.be/V2hqlBheV4k]

Depois do almoço, nada melhor do que ler o livro apreciando a bela paisagem:

DSC06545

Ah, um detalhe: foi em Klein Curaçao que encontramos mulheres fazendo top less, prática 100% permitida na ilha.

Perto das 15h30 o pessoal começa a devolver as espreguiçadeiras e se preparar para embarcar no barco para a volta. A volta em si é um pouco pior do que a ida (pois o mar estava mais agitado e o barco balançava muito), mas não vimos nenhuma pessoa enjoar. Na volta é servida a carne que sobrou do almoço, para o caso de alguém ainda não estar saciado:

DSC06595

E esse aí, será que tomou algumas cervejas a mais?

DSC06598

Chegamos no pier próximo das 17h30, pagamos a cerveja que havíamos consumido, pegamos o carro e voltamos para nosso apartamento.

Recomendamos 100% este passeio para quem vai a Curaçao! Para fechar o post, fiquem com mais algumas fotos de lá:

DSC06558

DSC06562

DSC06565

DSC06567

DSC06568

DSC06571

DSC06577

DSC06578

DSC06580

DSC06587

DSC06589

DSC06590

DSC06599

DSC06606

DSC06608

DSC06616

10 thoughts on “Viagem Curaçao – Klein Curaçao

  1. Pingback: Viagem Curaçao – Klein Curaçao | ALFA Dicas de Viagens

  2. Pingback: Viagem Curaçao – Resumão e dicas gerais | ALFA Dicas de Viagens

  3. Olá. Quanto ao welcome card curaçao, posso comprar só um e ganhar descontos por exemplos comprando passeios pra 2 pessoas (eu e meu marido) ou é necessário cada um ter um cartão? Pretendo comprar um cartão, mas usar pra nós dois no passeio da ilha e na entrada do aquario. Adorei o blog.

    Abraços

    • Olá Juliana!

      Que bom que gostou do blog. Sobre o Welcome Card ele é único por pessoa, então neste caso você precisaria comprar um para você e outro para seu marido.

      Abraço!

  4. Pingback: Key West | ALFA Dicas de Viagens

  5. Olá! Parabéns e obrigada pelo post bem detalhado (inclusive a parte de como chegar no pier de carro)! Na maioria dos blogs nao há tantos detalhes como no seu post, me ajudou bastante! Em breve saberei se tudo continua igual ao seu relato ou se alguma coisa mudou :)

    • Bom dia Carol, ficamos felizes em poder ajudar! Depois de retornar se quiseres acrescentar algo nos posts entre em contato que podemos trocar idéias!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>