Viagem Curaçao – Royal Sea Aquarium & Dolphin Academy

Olá pessoal,

Hoje é dia de um relatório completo sobre nossa visita ao complexo Royal Sea Aquarium, onde também funciona em anexo a Dolphin Academy.

O horário de funcionamento do completo é das 08h às 17h, e ele está aberto o ano inteiro. A entrada custa US$21 para adultos, US$11 para crianças de 5 a 12 anos e idosos acima de 60 anos. Crianças de 0 a 4 anos não pagam nada. Há um estacionamento externo com guarita onde é cobrada a taxa de US$3 com horário livre.

DSC05224

DSC05225

 

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

Caso você deseje fazer alguns dos programas relacionados a golfinhos, você está isento do valor da entrada do Sea Aquarium, que foi justamente o nosso caso. Reservamos por e-mail o Dolphin Encounter (Encontro com o Golfinho) por US$99 por pessoa. Mais abaixo detalharemos no que consiste cada um dos programas disponíveis.

O parque tem três tours guiados durante o dia: um se inicia às 09h e termina às 12h15, o segundo começa às 11h e finaliza às 14h e o último tem início às 14h e tem sua última atividade às 17h.

Cada tour é composto por seis atividades: alimentação dos tubarões, show do leão marinho, um tour pelos mais de 100 aquários dispostos no parque, visita aos flamingos, alimentação das arraias e o show dos golfinhos.

Neste dia saímos cedo de casa, pois o encontro do Fábio com os golfinhos seria às 08h. Ah, e aqui fica uma dica importante: como as fotos tiradas durante o encontro são cobradas e são extremamente caras (uma foto saía por US$20), a dica áé: marque dois horários distintos caso vá acompanhado, pois perto da área onde é o encontro há um local onde os acompanhantes podem ficar e tirar inúmeras fotos, sem custo algum.

Na entrada, onde é cobrada a entrada de US$21, informamos nossos nomes ao guarda que estava ali e ele liberou nosso acesso, nos indicando para onde deveríamos ir. Aguardamos uns cinco minutos e então confirmamos nossa reserva com as atendentes ali presentes. Tivemos que assinar um documento que basicamente comentava sobre a responsabilidade dos acidentes, e então pagamos os US$198, referente aos dois encontros.

Neste momento eu (Fábio) ganhei um bracelete laranja, indicando que eu era do programa de Encontro com os Golfinhos. Como a Aline somente iria às 11h, ela ganhou o bracelete azul, de acompanhante. O outro bracelete era o rosa, para o pessoal que iria nadar com os golfinhos.

Depois disto fomos encaminhados para uma sala, tipo um mini-cinema, onde estava passando um filme sobre um golfinho resgatado pelo parque. Aos poucos, os funcionários do parque vão chamando as pessoas: primeiramente os com braceletes rosas, depois os com braceletes laranjas e por último os com braceletes azuis.

DSC05455

Assim que fui chamado, eu e mais 3 pessoas (um casal de finlandeses e uma brasileira) fomos para uma área externa, onde a nossa instrutora passou algumas informações sobre os golfinhos, de como devemos passar a mão nele, etc. Um pouco antes de descermos para a área onde o golfinho encontrará com a gente (a água fica na altura da cintura e você fica sobre uma plataforma), a Aline chegou ao local de onde é possível tirar fotos e filmar.

 

DSC05277DSC05228

DSC05267

DSC05271

 

Nosso golfinho era o Pasku (que significa Natal, pois ele nasceu no dia 25 de dezembro de 2008). Primeiramente a instrutora explica tudo sobre os golfinhos, onde fica a orelha, o nariz, o órgão sexual, o que cada som que eles emitem significa e também faz alguns truques com ele. Durante estas explicações era possível ficar passando a mão por todo o golfinho, e sentir a maciez da pela do mesmo.

DSC05239

DSC05235

Depois vem a parte individual, que é dividida em quatro partes, todas registradas pelo fotógrafo oficial ali presente: o beijo na boca do golfinho, o golfinho te beijando na bochecha, você segurando nas barbatanas do golfinho e você “segurando” o golfinho deitado. Todos estes eventos não levam mais do que 90 segundos.

DSC05240

DSC05241

DSC05243

DSC05256

O encontro não dura mais do que 20 minutos no total. Logo depois das 09h já estávamos pronto para a próxima atração, que seguindo o calendário era o show do leão marinho, que começava às 09h45. Porém como ainda faltavam alguns minutos, demos uma volta pelos quase 100 aquários existentes lá:

DSC05283

DSC05288

DSC05292

DSC05293

DSC05295

DSC05296

DSC05297

DSC05302

DSC05308

DSC05314

DSC05317

No meio dos aquários estão os flamingos: não chegamos a fazer o tour guiado, mas imaginamos que seja explicado algumas características dos animais:

DSC05318

DSC05319

DSC05320

DSC05324

DSC05326

DSC05327

O show do leão marinho é numa área externa, com um pequeno lance de arquibancadas, e lá a instrutora chama o (grande) leão marinho e assim como acontece no encontro com os golfinhos, faz uma série de explanações a respeito do animal, e também pratica alguns truques, como rolar no chão e ficar apoiado somente sobre as nadadeiras, como vocês podem ver nas fotos abaixo:

DSC05332

DSC05335

DSC05337

DSC05339

DSC05343

DSC05346

DSC05350

DSC05353

DSC05357

DSC05359

DSC05366

DSC05369

DSC05372

DSC05373

DSC05382

Foi neste espetáculo que um dos instrutores do Sea Aquarium nos perguntou de onde éramos, e ao comentar que éramos brasileiros, ele começou a falar português com a gente. No final do show é possível ainda você ganhar um beijo (fedido) do leão na bochecha, porém nesta parte não é permitida o uso de câmeras. Ainda foi possível registrar o pequeno leão marinho ali presente, que estava com alguns dias de vida:

DSC05395

Às 10h15 há o primeiro espetáculo dos golfinhos, que basicamente é um show com vários golfinhos com seus instrutores. O show é baseado nos saltos espetaculares dos animais, e tem como os dois principais truques a parte em que os instrutores surfam em cima deles e a parte em que um dos instrutores é lançado ao alto por dois deles, como vocês poderão ver nos registros abaixo:

DSC05397

DSC05403

DSC05404

DSC05405

DSC05406

DSC05408

DSC05413

DSC05414

DSC05415

DSC05421

DSC05423

DSC05428

DSC05436

DSC05438

DSC05441

DSC05446

DSC05447

DSC05450

Ao término deste show, já eram quase 11h, o horário do encontro da Aline com o seu golfinho. O ritual é o mesmo: fomos encaminhados para a salinha de cinema, a Aline foi chamada primeiramente e depois foi a minha vez. O golfinho dela foi a Alita, uma jovem golfinho nascida em 12 de março de 2012. Por ainda ser filhote, muitas vezes a mãe dela aparecia por perto. E também na hora dos truques era possível notar que não havia tanta facilidade por parte do animal em faze-los.

DSC05462

DSC05471

DSC05476

DSC05481

DSC05503

DSC05505

DSC05506

DSC05507

DSC05508

DSC05510

http://www.youtube.com/watch?v=Dy0UWM0bYmA&feature=youtu.be

Após o fim do encontro, fomos comer na lanchonete do Sea Aquarium, que basicamente serve apenas lanches em geral. Pedimos um sanduíche de atum para cada um, que nada mais era do que um pão recheado com atum, alface e tomate. O sanduíche custava US$5,50 (ou cerca de R$12), e pedimos junto uma Coca de 600ml, que custava US$3,85. A sobremesa foi um picolé Crunch, no valor de US$3,30.

 DSC05515

DSC05519

DSC05520

DSC05521

Às 12h30 era hora de alimentar os tubarões lixa do complexo. Eles ficam num pequeno aquário e são literalmente enfileirados para que o pessoal (geralmente de dupla em dupla) possa passar a mão em algumas partes dele (devidamente acompanhado de instrutores, é claro) e servir um pequeno pedaço de peixe preso numa barra de ferro. É impressionante o barulho que dá quando o tubarão consegue pegar o peixe: melhor nem imaginar o que uma mordida desta poderia fazer na sua perna.

DSC05524

DSC05538

DSC05539

DSC05542

DSC05543

DSC05546

Logo depois era hora de alimentar as arraias, que estão dispostas em outro pequeno aquário bem próximo do aquário dos tubarões. Esta parte foi bem interessante, pois pudemos filmar o exato momento em que a arraia come o alimento da mão da Aline, com a GoPro ligada embaixo da água.

DCIM100GOPRO

http://youtu.be/j7ptB4VnRJI

Por fim, demos uma última volta no parque e chegamos a uma área onde há um barco e você consegue enxergar a movimentação embaixo da água, inclusive uma área onde pessoas alimentam os tubarões (é um pacote a parte, não nos informamos a respeito de valores). Nesta área também havia uma tartaruga gigante, porém não conseguimos tirar uma boa foto dela.

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

Assim que decidimos ir pra Curaçao, a ida ao Sea Aquarium foi um dos primeiros lugares no qual tivemos interesse e colocamos como parte obrigatória de nosso roteiro. Não nos arrependemos nem um pouco disso, pois a sensação de estar tão perto de animais marinhos é indescritível. Portanto, não deixe de visitar o parque quando for a Curaçao, e caso o orçamento permita, dê a si mesmo o luxo de pelo menos se encontrar com os golfinhos, pois vale muito a pena!

One thought on “Viagem Curaçao – Royal Sea Aquarium & Dolphin Academy

  1. Pingback: Viagem Curaçao – Resumão e dicas gerais | ALFA Dicas de Viagens

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>