Peru – Bairro de Miraflores e Barranco em Lima

Olá pessoal, vamos continuar o post falando de Lima, no Peru. O segundo dia em Lima foi destinado para conhecer os bairros de Miraflores e Barranco, que ficavam próximo ao Hostel que fiquei hospedado.

O bairro de Miraflores é o mais tradicional, bonito e agradável, comumente frequentado por turistas de todo mundo pela quantidade de hotéis e restaurantes disponíveis. Além do seu charme e beleza que permite caminhar desde a parte alta da cidade até o mar através de calcadas, ciclovias e passarelas.

IMG_5111 IMG_5132

Ruas em Miraflores

Logo pela manhã comecei o dia com um café da manhã caprichado no Hostel Pariwana e depois fui apé até o sítio arqueológico Huaca Pucallana (http://huacapucllanamiraflores.pe/), que demorou uns 15 minutos caminhando. Com falei antes, essa região é bem tranquila e agradável de se caminhar, mas se quiser pegar um taxi, da praça Kennedy em Miraflores até o sitio arqueológico custará uns 5 soles.

Huaca Pucllana é um sítio arqueológico em uma das áreas mais altas da cidade de Lima, que antigamente era usado como ponto de observação na cultura Inca. Atualmente no local estão preservadas as construções, formas de arquitetura, plantas e animas em exibição para os visitantes conhecerem um pouco da história. O custo da entrada é de 12 soles e inclui uma visita guiada que dura em torno de 1 hora.

DSC05634 DSC05640

DSC05607 DSC05608

DSC05609 DSC05611

DSC05615 DSC05626

Sítio Arqueológico – Huaca Pucllana

Na volta passei pelo bairro vizinho de Surquillo, que diferente de Miraflores não é turístico e você consegue ter um pouco mais de contato com os habitantes locais no seu dia a dia tradicional. No bairro meu objetivo era visitar o mercado público, que segundo tinha lido em outros sites era até melhor que o do centro histórico. Me senti um extraterrestre lá, eu era o único “diferente”, mas foi bem divertido. Lá vendem desde frutas e verduras, animais, até bugigangas estilo camelódromos aqui no Brasil. Não terei muitas fotos por lá, mas segue duas para ter uma ideia. Clique aqui para ver a localização do mercado.

IMG_5113  IMG_5123

Mercado Público de Surquillo

Outro ponto interessante em Miraflores é a facilidade de chegar ao mar, da zona alta da cidade até a praia. Todo o acesso é feito por calçadas ou passarelas bem sinalizadas, limpas e arborizadas. Da praça, ponto de referência, até o mar da uns 20 minutos caminhando, e até a praça do amor, outro ponto turístico, você deve subir uma escadaria antes de cruzar a rua da praia. Para vocês entenderem quando eu falo parte de cima e de baixo deem uma olhada na foto abaixo que fica mais fácil de compreender, onde a foto foi tirada da praça do amor (parte alta) e dá para ver a parte baixa com a praia e passarela em cima da estrada.

DSC05652

Vista da Praça do Amor

Na parte alta temos a praça do amor como já citada, a pista de decolagem de parapente e o farol da marinha. A praça é um bom lugar para ficar tranquilo sentado no banco, vendo o oceano pacífico e a bela paisagem, juntamente com o farol. Os voos de parapente como não fiz por falta de tempo (se arrependimento matasse..) não sei preço exato, mas ouvi falar em 100 dólares. Abaixo algumas fotos do local:

DSC05673

DSC05675

Farol da Marinha

DSC05676 DSC05648DSC05650 DSC05670

Parque do Amor

DSC05668

Pista de Decolagem de Parapente

Depois de aproveitar esse belo visual desci até a praia, que naquele ponto da orla não tem areia, são pedras. Nesta mesma área é um point de surfistas e onde tem diversas escolas de surf com suas barraquinhas e aquela vibe tradicional de surfista. Curti um pouco o local e fui em direção ao Restaurante La Rosa Náutica, que tinha ouvido falar muito bem e a localização e visual dele é incrível, por ficar em um trapiche dentro do mar onde se pode ver além do mar e da praia, todo o paredão de pedra que separa o mar da parte alta. O restaurante é bom, mas não achei nada de mais, e os preços são de médio para alto. Dica, verifique na conta se eles não incluíram o IVA que é uma taxa de 18% que se você for turista não precisa pagar. O prato escolhido foi lomo saltado (55 soles), que por sinal estava bem saboroso acompanhado de duas cervejas, no total 88 soles, meio salgado. Porém o atendimento foi muito bom, logo que você chega eles servem uma taça de água (que não é cobrada) e um pãozinho e manteiga.

DSC05686 DSC05691DSC05684  IMG_5173

 IMG_5165 IMG_5161

IMG_5170

Almoço no restaurante La Rosa Náutica

Depois de um almoço caprichado subi novamente para a parte alta para descansar um pouco na sombra das árvores do Parque do Amor, para depois seguir em direção ao shopping. O shopping é razoavelmente grande e estava bem movimentado. Como ele fica na beira do penhasco, tem um visual incrível do mar. Um detalhe que achei interessante é que como em Lima chove muito pouco, tudo no shopping é a céu aberto, escada rolante, bancos, sofás, mesas, etc… Aproveitei para trocar dinheiro e uma casa de câmbio que tem lá.

IMG_5187 IMG_5186

Shopping de Miraflores

Perto do bairro de Miraflores temos o outro bairro bastante turístico chamado Barranco, famoso pela sua ponte dos suspiros e pela praia, essa sim de areia. Do shopping até perto da ponte dos suspiros o taxi levou 10 minutos e custou 8 soles. Fui até a ponte, que tem uma superstição de que se você conseguir atravessar ela sem respirar, seu desejo será realizado, e claro que eu tive que testar. Confesso que a ponte é meio comprida e precisei dar uma acelerada no passo para chegar no final sem respirar. Do lado da ponte tem uma igreja, que atualmente está abandonada mas que tem uma arquitetura bem interessante e diferente das igrejas que vi no dia anterior no centro histórico. Ao lado da igreja tem uma viela que leva a 3 restaurantes que dispõem de uma visão privilegiada do mar e da praia. Desci pela calçada que leva para a parte de baixo, a praia, sempre com o mar a frente e um visual de tirar o folego. Uma placa que me chamou a atenção foi a de Rota de Evacuação em Caso de Tsunami!

IMG_5193 IMG_5192 DSC05699 DSC05700 DSC05702 DSC05709

Ponte dos Suspiros

Descendo esse caminho em direção a praia passe-se por cima da estrada através de uma passarela. Nessa praia se tem toda a infraestrutura, como cadeiras de praia e guarda sol para alugar (10 soles os dois), barzinhos, comidas, estacionamento e vi diversos policiais fazendo segurança do local. O táxi para voltar da praia de Barranco até Miraflores custou 15 soles.

DSC05712 DSC05711 IMG_5200 IMG_5212

Playa Barranco

A noite decidi ir até o parque das águas, apesar de saber que era um lugar mais romântico, não ia perder a chance de conhecer só porque estava sozinho. Peguei um táxi de Miraflores até o parque das águas que deu 15 soles. O motorista trocou os parques e estava me levando para o lugar errado, mas ele que fez besteira. Para entrar no parque o custo é de apenas 4 soles. Uma observação, praticamente todos os parques e museus, quando cobrados, são bem acessíveis em questão de valores. O parque das águas é um evento lindo e deve ser visitado a noite, pois tem show de água e luzes. São diversas fontes de água e chafarizes que dançam conforme a música e fazem efeitos lindos. Também tem o show de luzes que é uma projeção de imagens na água de chafarizes acompanhado de música, onde “passam” pessoas dançando músicas do Peru, vale a pena ver. O show acontece a cada hora e dura uns 20 minutos. Se você for lá com crianças, leve uma toalha e uma muda de roupa seca, elas vão se divertir brincando nas fontes de pode-se passar no meio ou entrar.

DSC05739 DSC05716 DSC05720 DSC05722 DSC05724 DSC05735

Parque das Águas

Agora escrevendo o texto percebi que não jantei nesse dia, então não tenho outra sugestão de comidas na região de Miraflores, mas na área centra ao redor do Parque Kennedy tem diversos restaurantes e lanchonetes, incluindo Burguer King, McDonalds, Pizza Hut, etc… não tem erro.

Assim finalizei minha estadia em Lima e no outro dia cedo partiria de avião para Cuzco, que é nosso próximo post. Até lá!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>