Viagem Bali (Indonésia) – Hotel Pantai Karang (Gili Trawangan)

Olá pessoal,

Depois de um pequeno período sem posts, voltamos a falar mais de nossa viagem a Indonésia. E hoje o post falará um pouco mais do nosso hotel em Gili Trawangan, o Pantai Karang, onde ficamos hospedados por três noites (a um custo de R$106 pela diária).

DSC01994

Assim como a maioria dos locais de Gili, o hotel é bem pequeno, e pelas nossas contas não possuía mais do que oito quartos. Cada quarto é uma espécie de bangalô individual, e o banheiro, assim como aconteceu em Nusa Lembongan, fica fora do bangalô (ao ar livre). A cama é extremamente confortável e o bangalô ainda conta com frigobar, cofre, ar condicionado e televisão com diversos canais via satélite.

DSC01988 DSC01989

DSC01976 DSC01978 DSC01979 DSC01982 DSC01983

Um dos luxos do hotel, por mais incrível que possa parecer, era a água quente no banheiro. Na ilha são apenas algumas propriedades que dispõem deste “diferencial”. Um outro item importantíssimo nas ilhas e que a nossa pousada também tinha era o gerador próprio, pois por lá é comum que a luz caía algumas vezes durante o dia. O único porém é que você não podia ligar o ar condicionado quando a pousada estava usando o gerador, justamente o item mais importante para aguentar o calor de derreter que fazia nas nossas três noites por lá.

Nas áreas comuns há um pequeno local para sentar e apreciar uma boa leitura, além de uma pequena piscina (que nos três dias que ficamos por lá estava desativada):

DSC01987 DSC01985

O café da manhã é servido logo na entrada da pousada, onde há cerca de cinco mesas disponíveis. E o esquema é exatamente o mesmo que presenciamos em Nusa: você escolhe entre um dos pratos principais (torrada com ovo frito, torrada com omelete ou panqueca de banana) e no acompanhamento está incluso um suco de laranja, um café ou chá e ainda um prato com frutas.

DSC02104 DSC02102 DSC02101 DSC02270 DSC02098 DSC02094 DSC02092 DSC01992

Com relação aos funcionários (que não são muitos), todos eram muito simpáticos e prestativos, porém a moça que ficava na recepção tinha alguma dificuldade com inglês. No entanto ela solicitava ajuda quando não podia nos responder algum questionamento. Conforme falamos também em um dos posts anteriores, o hotel provê bicicletas para aluguel a um custo de apenas R$6 a diária.

O único ponto negativo do hotel fica com relação a distância do mesmo da praia (cerca de 1 quilômetro), sendo um problema principalmente a noite quando a estrada não é das mais iluminadas, porém este único ponto não muda em nada nossa recomendação sobre este hotel.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>