Viagem Bali (Indonésia) – Seminyak

Olá pessoal,

Este é um dos últimos posts de nossa viagem a Indonésia, e falará como foram nossas 24 horas que passamos na área de Seminyak, região esta vizinha a Kuta, onde os principais atrativos são as baladas. Infelizmente não temos nenhuma informação sobre elas, pois nossa passagem por lá foi meteórica e não deu tempo de fazer muita coisa.

No dia em que chegamos lá resolvemos sair para almoçar e acabamos nos perdendo, saindo para a direção errada da praia. Num sol de mais de 35ºC acabamos caminhando um bom trecho pro lado contrário e acabamos optando por pegar um táxi (pagamos R$10) para chegar até a praia de Seminyak. Conforme já falado no primeiro parágrafo deste post, a região em si não é muito conhecida pelas praias, e logo notamos ao chegar na mesma: uma areia meia escura e diversos guardas-sol davam o tom do local. Notamos também que as ondas estavam boas, com uma boa quantidade de surfistas.

DSC03464 DSC03465 DSC03466 DSC03467 DSC03469

Andamos por alguns metros e paramos no restaurante Tari’s Bali, onde pedimos 2 king burguers (acompanhado de fritas), além de 2 large bintangs. No total a conta saiu por cerca de R$45.

DSC03473 DSC03472

Havíamos lido que um outro atrativo pelo qual as pessoas se hospedam na região eram os outlets de surf, com preços extremamente vantajosos. Após o almoço paramos num ponto oficial de táxi, onde perguntamos a um dos taxistas quanto seria o valor da corrida para nos levar até os outlets (eles ficam um do lado do outro) e ficar nos esperando lá por cerca de 2 horas. Negociamos o valor (R$50) e então partimos para as compras.

Os principais outlets são da Volcom, Hurley e Rip Curl. Porém no primeiro outlet, que consta como sendo da Volcom, há três andares gigantes com roupas de tudo que é marca, inclusive camisas de futebol. Acabamos encontrando camisas oficiais da seleção da França e da seleção brasileira por apenas R$40 cada. O que valia bastante a pena também eram as bermudas, que saíam na faixa entre R$60 e R$80, certamente bem abaixo do preço praticado em terras tupiniquins.

Além disso havia algumas ótimas promoções de camisas gola pólo (R$50 cada) e camisas normais (R$30, R$40). Um detalhe interessante é que você pode comprar lembranças para seus parentes e colegas nas próprias lojas: há disponível camisas com dizeres de Bali fabricadas pela própria Hurley, Volcom, Billabong, etc, ou seja, você compra uma lembrança com a qualidade reconhecida destas marcas.

DSC03474 DSC03476

Quando voltamos para o hotel já eram quase 18h, então demos uma descansada e saímos para jantar por ali perto mesmo, no ótimo restaurante BBG (Barbecue Beer Garden). Depois de muito tempo sem comer carne de gado, pedimos dois pratos compostos por ela: um era um bife de 280g acompanhado de fritas (que saiu por R$22) e outro era um bife de 200g acompanhado de uma pequena salada (R$20)).

Antes do prato principal vir, ainda fomos presenteados com pequenas porções de amendoim e ervilhas torradas, que davam bastante sede para acompanhar a nossa Bintang de 600 ml (R$8). No final ainda ganhamos um pequeno prato com algumas fatias de melancia.

Antes de irmos embora o dono do restaurante conversou um pouco com a gente e no final nos desejou uma boa viagem de volta, afinal embarcaríamos rumo ao Brasil no dia seguinte.

DSC03485 DSC03477 DSC03480 DSC03482 DSC03484

Para a sobremesa paramos em um dos inúmeros mercados 24 horas que existem por lá e compramos dois picolés Magnum (míseros R$6 os dois).

Ainda teremos nos próximos dias um post falando especificamente sobre os templos que visitamos em Bali, e então para finalizar teremos alguns posts especiais sobre nossa viagem. Aguardem!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>