Atenas (Grécia) – Como se locomover

Único país “intruso” de nossa viagem ao Leste Europeu (saiba mais aqui), a Grécia foi o ponto de partida de nossa viagem a Europa. Foram dois dias que passamos lá, e ambos bem parecidos com relação ao horário de chegada. Como utilizamos bastante o transporte público de Atenas, iremos fazer um post específico sobre isso.

Já passava da meia-noite quando chegamos em Atenas, então não pudemos utilizar o metrô que tem uma estação ao lado do aeroporto (ela funciona das 06:30 às 23:30, utilizamos esta modalidade no nosso último dia lá). Desta forma, nos restaram apenas duas opções: pagar mais de €60 por um táxi ou então fazer uma combinação ônibus + táxi até o hotel.

Optamos pela segunda opção. Existem quatro linhas de ônibus que saem do aeroporto: X93, X95, X96 e X97. O mais utilizado por turistas é a linha X95, que tem como ponto final a famosa praça Syntagma, no coração de Atenas. O guichê para compra dos tickets fica localizado logo na saída da área de desembarque do aeroporto, e você pagará €5 pelo ticket normal e €2,50, caso seja estudante.

DSC05418 DSC05419

Quase no final da área coberta do aeroporto está localizado o ponto do ônibus X95, indicado por uma placa com letras um pouco pequenas. Mesmo de madrugada, a linha opera com intervalos de apenas 15 minutos! Os ônibus são bem grandes, pois são daqueles “sanfonados”, e ao menos de madrugada há vários lugares para sentar. O trajeto entre o aeroporto e a praça, praticamente sem trânsito no caminho, leva cerca de 40 minutos.

DSC05422 DSC05426

Não há cobrador e muito menos catraca no ônibus: o processo funciona todo na base da confiança e da consciência, pois você mesmo é o responsável por validar o seu ticket nessa máquina laranja aí da foto abaixo. No entanto, há alguns avisos dentro do ônibus lhe alertando que em caso de um fiscal aparecer você não ter um ticket válido, irá pagar 60 vezes o valor da passagem.

DSC05424

Chegando na Praça Syntagma você terá dezenas de taxistas parados aguardando turistas que descem do X95. Como nosso hotel ficava a menos de 3 km dali, optamos pelo táxi para esse pequeno trajeto. De forma um tanto quanto desajeitada, o já senhor motorista arrumou nossas malas no porta-malas de seu veículo, porém não conseguiu fechar o mesmo. Para resolver isto uma simples corda foi a solução.

O valor da corrida foi de €20. Pelo fato de ser um trajeto tão pequeno, achamos o preço um pouco salgado, mas pelo horário (já passava das 02h praticamente), acabou sendo nossa opção mais viável. Mesmo assim, a combinação ônibus + táxi saiu praticamente a metade do preço que seria se pegássemos só o táxi lá no aeroporto.

No nosso segundo dia em Atenas (último dia nosso na Europa), também optamos por esta combinação, porém nosso apartamento ficava a praticamente 5 km da praça. Ficamos ainda mais ressabiados quanto o taxista não ligou o taxímetro, porém ao chegar no apartamento a cobrança foi a mesma: €20, com direito a ser o intermediário entre nós e o dono do apartamento (contaremos esta história no próximo post).

Bom, voltando ao assunto do post, tivemos praticamente dois dias inteiros para explorar Atenas, e com certeza a forma mais rápida e mais fácil de se locomover na capital grega é o metrô, que tem três linhas (verde, azul e vermelha), conforme mapa abaixo:

athens_metro_map3 DSC00275

Geralmente a maioria dos hotéis e apartamentos disponíveis para locação por lá ficam pelo menos próximas de alguma das estações de metrô. Como é possível fazer baldeação entre elas sem custo adicional, fica muito fácil andar por lá. A passagem custa €1,20 (para estudante apenas €0,60) e pode ser comprada em guichês com atendentes ou em máquinas automáticas (bastante intuitivas e com opção de idioma em inglês), onde você paga com moedas ou com notas locais:

DSC00276

Assim como no ônibus, não há catracas. Você passará por pequenas máquinas, onde novamente deverá validar o seu ticket com risco de ser multado caso não o valide:

athens-metro-ticket-validation

A estação de metrô tida como a número 1 para turistas com certeza é a Akropoli, da linha vermelha. Ela fica praticamente ao lado da entrada do principal monumento histórico de Atenas: a famosa Acrópole. Inicie lá seu dia, e então de lá você poderá caminhar e visitar inúmeros pontos turísticos da cidade.

O metrô também serve como meio de locomoção caso você necessite chegar ao Piraeus, principal porto da cidade e de onde saem as embarcações com destino às principais ilhas gregas, entre elas Santorini Mykonos (o segundo destino de nossa viagem). Para isso basta pegar a linha verde até o seu destino final. De lá você caminha cerca de 500 metros e estará no porto!

No último dia de nossa viagem também utilizamos a linha azul do metrô para chegar até o aeroporto. Porém caso você tenha seu destino final o aeroporto você deverá comprar um ticket específico para isso (e estará sujeito a multa em caso de validação e de não estar com o ticket correto). O preço deste bilhete é bem mais salgado que o normal: custa €8 (€4 para estudantes). Há ainda pequenos descontos caso você esteja em duas ou três pessoas (para duas sai por €14 e para três por €20).

Concluindo de forma bem sucinta: utilize o transporte público de Atenas, sobretudo o metrô! Mesmo em horários de pico os vagões não viram latas de sardinha. Você chegará rapidamente aos locais e pagará bem mais em conta do que sair por aí andando de táxi!

 

5 thoughts on “Atenas (Grécia) – Como se locomover

  1. Pingback: Atenas (Grécia) – Dois dias na capital grega | ALFA Dicas de Viagens

  2. Excelente post e muito explicativo. Parabéns!

    É possível pegar o ônibus X95 de volta para o aeroporto da praça syntagma de madrugada?

      • Muito obrigado pela resposta! Estou indo dia 31/01. Estou tentando fugir dos táxis o máximo que posso (muito caros, realmente)! Vou ficar em Omonia! Também estou pretendendo ir a Cabo Sounion e Delfos de ônibus público; alguma dica pessoal?

        • Olá Thiago, tudo bem?

          Infelizmente para estes lugares não tenho dicas, até porque não fomos!

          Boa viagem para você, aproveite!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>