Atenas (Grécia) – Dois dias na capital grega

Olá pessoal,

Depois do post falando um pouco mais de como se locomover em Atenas, hoje falaremos do que visitamos nos dois dias que ficamos por lá.

Como nosso voo pousou na capital grega e também saiu de lá, acabamos fazendo uma logística onde passamos o primeiro e último dia de nossa viagem por lá, para não sofrer com possíveis imprevistos em voos atrasados ou cancelados.

No nosso primeiro dia focamos em visitar o ponto turístico mais famoso de lá: a Acrópole de Atenas. O ingresso custa €12 por pessoa, porém estudantes pagam meia e em algumas datas comemorativas não há cobrança (maiores detalhes no site oficial). Importante lembrar também que em alguns dias o local não fica aberto ao público.

Apesar de você comprar o ingresso na entrada da Acrópole, ele é válido para mais nove locais de Atenas: Ágora de Atenas, Museu Arqueológico de Kerameikos, Biblioteca de Hadrian, Kerameikos, Museu da Ágora de Atenas, “Declive” norte da Acrópole, Olympieio, Ágora Romana de Atenas, “Declive” Sul da Acrópole. Todos ficam a distâncias “caminháveis”, mas visitar todos num único dia pode se tornar uma árdua tarefa em dias ensolarados, sobretudo por conta dos morros

Para chegar próximo à entrada da Acrópole é muito simples: pegue a linha vermelha do metrô e pare na estação que leva o mesmo nome do ponto turístico, siga as placas e você logo encontrará o guichê para compra dos ingressos. Logo após a entrada há uma máquina que vende garrafas de 500ml de água a um preço justo: €0,35 cada. Caso ainda não tenha, é uma excelente idéia adquirir uma, pois a subida exigirá um pouco de seu preparo físico.

Outra dica importante é tentar chegar cedo lá, pois em dias ensolarados você certamente irá se cansar mais, principalmente se entrar lá perto do meio-dia, por exemplo. Além disso, você pode evitar uma multidão maior de pessoas. Com relação ao tempo que irá gastar lá dentro, reserve ao menos uma hora, pois você irá parar para tirar fotos em cada monumento existente.

Nas fotos abaixo um pouco mais do início de nossa caminhada na Acrópole, com destaque para o Teatro de Dionísio, considerado o berço do teatro ocidental e da tragédia.

DSC00286 DSC00291 DSC00295 DSC00305 DSC00309 DSC00314

Andando mais alguns metros você terá uma belíssima vista do Odeão de Herodes Ático, teatro construído por ele em memória da falecida esposa. Quando intacto o ambiente era 100% coberto e podia receber até cinco mil pessoas em espetáculos. Hoje em dia ainda são organizados espetáculos e shows por lá, e se apresentar lá é extremamente recompensador para o artista.

DSC00320 DSC00323

Subindo mais alguns metros você chega ao monumento ao Templo de Atena Nice, que foi dedicado à deusa Atena, e era por lá que os gregos adoravam a deusa, na esperança de que ela os ajudasse na longa guerra contra a cidade-estado rival, Esparta.

55700850

Logo depois você passará pelo Propileu, uma porta monumental que serve como a entrada para a acrópole. A palavra propileu nada mais é do que a união de pro (antes ou em frente de) com o plural do grego pylon (portão), significando literamente que se encontram antes da entrada.

DSC00353 DSC00355

Depois disso vem certamente a parte mais impactante da visita: o Partenon, símbolo máximo da Grécia e presente em toda fotografia nos livros de história. Ele nada mais é do que mais um templo dedicado à deusa grega Atena, construído no século V A.C., símbolo da democracia e visto como um dos maiores monumentos culturais da história da humanidade.

DSC00370 DSC00382 DSC00405 DSC00407 DSC00431

O passeio pela Acrópole é finalizado no Erecteion, simultaneamente templo de Atena e de Poseidon. O templo possui dois pórticos desiguais: o primeiro virado ao norte era dedicado a Poséidon e dava acesso à sala que lhe fazia o culto. Já o pórtico virado ao sul, para o Pártenon, encontra-se o Pórtico das Cariátides, que recebe o nome a partir das seis cariátides (figuras femininas) que sustentam a cobertura, enfileiradas num parapeito alto.

DSC00434 DSC00435

Para finalizar a parte da Acrópole, fiquem com mais algumas fotos que tiramos lá do alto:

DSC00331 DSC00332 DSC00341 DSC00380 DSC00388 DSC00403 DSC00458

Saindo da Acrópole você pode ir direto para a Ágora de Atenas, que fica a pouco mais de 500 metros de lá (descida). No caminho você ainda passa por uma simpática igreja.

acropole-ancient DSC00462

O principal prédio da Ágora de Atenas com certeza é o Stoa of Attalos (ou Estoa de Átalo). Estoa significa “pórtico”, e nada mais é do que um elemento arquitetônico muito utilizado na Grécia Antiga, que consistia de um corredor ou pórtico coberto destinado ao uso público. Neste prédio também está localizado o Museu da Ágora Antiga, onde há sobretudos estátuas:

DSC00486 DSC00489 DSC00495

Praticamente ao lado você passará pelo Templo de Hefesto, o templo grego mais bem preservado do mundo. A sua sobrevivência se deve principalmente ao fato dele ter ser tornado durante um período uma igreja cristã, sendo inclusive a principal igreja ortodoxa de Atenas durante a ocupação do Império Otomano.

DSC00501 DSC00519

Saindo de lá paramos para nos hidratar (ou não), e compramos duas cervejas numa espécie de lanchonete situado na rua que passa na frente da entrada da Acrópole, a um custo de €1,20 cada. Haviam também sanduíches bem recheados à venda por €3 a €4.

DSC00525 DSC00527

Em seguida tomamos a direção ao Monte Filopappou, que fica praticamente de frente à entrada da Acrópole, onde você irá respirar um ar puro e ter mais uma bela vista superior de Atenas. Lá no alto há ainda um mausoléu em homenagem ao príncipe Filopappou.

DSC00536 DSC00568 DSC00554 DSC00546

Antes de seguirmos com os monumentos históricos, aproveitamos que o Museu da Acrópole ficava no caminho e resolvemos visitá-lo. O ingresso custa €5 para adultos€3 para crianças e estudantes. Inaugurado em junho de 2009, o museu é muito moderno e veio substituir o antigo museu, que fechou em 2007. Seu acervo é basicamente formado por achados arqueológicos da própria Acrópole, porém você não poderá fotografar nada lá dentro e inclusive não poderá entrar com bolsas ou mochilas, deixando-as num guarda-volumes gratuito. Fiquem com fotos de fora:

DSC00572 DSC00575

Ao lado do museu há também um prédio muito bonito o qual não identificamos o que é:

DSC00576

Como já passavam das 13h30, resolvemos parar numa mini-lanchonete ali perto para almoçar o famoso churrasco grego, famoso aqui no Brasil principalmente nas ruas de São Paulo, e que consiste basicamente de uma massa (chamada de pita) recheada com carne de porco ou frango, acompanhada salada, batata frita e molho de iogurte. O preço? Apenas €2,20.

DSC00581 DSC00582

De lá saímos para mais um ponto incluso no ingresso da Acrópole: o Templo de Zeus, ou apenas Olympieio, que nada mais é do que uma ruína monumental de um antigo templo que foi dedicado a Zeus.

DSC00589 DSC00594 DSC00596

A pouco menos de 1 km dali encontra-se o Estádio Panatenaico, berço das Olimpíadas (lá foram realizados os primeiros Jogos Olímpicos da história em 1896). Aqui é necessário comprar outro ingresso, que custa €5 (estudantes pagam meia) e que te dá direito de entrar no estádio e caminhar pelas arquibancadas brancas feitas inteiramente de mármore do Monte Pentélico.

O passeio é todo guiado por um áudio (disponível inclusive em português) que explicará cada detalhe deste fantástico estádio. Você poderá caminhar também pelo local de onde os atletas saíram para adentrar à pista e onde há um mini museu com todos os posteres das Olimpíadas Modernas.

DSC00640 DSC00650 DSC00665 DSC00675

Para finalizar o nosso primeiro dia em Atenas fomos até o Parlamento Helênico (que fica em frente à Praça Syntagma), onde há a famosa troca da Guarda Presidencial, uma unidade de elite cerimonial que guarda o túmulo grego do Soldado Desconhecido, a Mansão Presidencial e o portão do quartel dos Evzones (nome das unidades de elite da infantaria do exército grego) em Atenas.

DSC00734 DSC00738  DSC00746 DSC00751 DSC00704

E assim fechamos nosso primeiro dia movimentado em Atenas. Abaixo tentamos reproduzir nosso passo a passo no mapa do Google Maps:

greece

O nosso segundo dia passou bem longe do primeiro em termos de movimentação. Como não havíamos comprado praticamente nada na ida, deixamos para comprar tudo na volta. E certamente o melhor local em Atenas para compras é o bairro de Monastiraki, onde você encontrará centenas de lojas no Flea Market, a maioria repleta de souvenirs.

Para chegar lá, assim como a Acrópole, é muito simples: pegue o metrô (linha azul ou verde) e desça na estação de mesmo nome. Assim que você sai da estação cai numa pequena praça e já verá a placa do Flea Market:

DSC04279 DSC04303 DSC04280

Em cerca de uma hora é possível você caminhar tranquilamente entre as lojas e comprar lembranças e souvenirs, com destaque para os famosos “olhos gregos” nos mais variados tamanhos e tipos de produto.

Na praça ao lado da estação de metrô está localizada a Igreja de Pantanassa, e num outro canto depois das lojas está localizada a Igreja de Theotokos Gorgoepikoos e Ayios Eleytherios:

DSC04284 DSC04289

Lembra lá no início de post que comentamos os diversos lugares que você pode visitar com o ingresso de entrada da Ácropole? Um deles fica também bem pertinho da estação de metrô: a Biblioteca de Hadrian. Como o ingresso é válido somente por quatro dias consecutivos, não pudemos usar o que havíamos comprado e tiramos apenas algumas fotos do lado de fora. É por aqui também que nos incomodamos com alguns rapazes que vão enfiando pulseiras em seus pulsos “de graça” para depois tentar arrancar algum dinheiro. Caso você não contribua “espontaneamente”, eles irão rapidamente cortá-las fora.

DSC04311 DSC04312

Para fechar o nosso pequeno passeio de despedida de Atenas, nada mais justo do que mais um churrasco grego (€2) acompanhado de uma cerveja (na temperatura ambiente, porém com uma caneca estupidamente gelada, €3):

DSC04305 DSC04309 DSC04307

Bom pessoal, de Atenas era isso que tínhamos para falar. Como tínhamos apenas dois dias, sendo que o segundo ainda tinha um fator complicador que era nosso voo de volta para o Brasil, focamos em visitar tudo que era possível no primeiro e deixamos as compras para o segundo. Esperamos que tenham gostado do post!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>