The Kingdom Resort – Sun City (África do Sul)

Olá pessoal,

Nossa penúltima hospedagem em terras africanas foi de longe a mais cara, mas também a mais confortável e completa de toda a viagem. No início do planejamento de nossa viagem, incluímos o safari como uma das prioridades, e perto de Joanesburgo, que foi onde pousamos e de onde sairíamos de volta para o Brasil, as duas opções mais viáveis eram o Kruger National Park (mais de 400 quilômetros de distância) e o Pilanesberg National Park (menor, porém a apenas 200 quilômetros de distância).

Havíamos nos programado inicialmente para ir até o Kruger, porém para quem não sabe lá existe um pequeno risco de contágio de malária, e com criança pequena, resolvemos não arriscar e optar pelo Pilanesberg National Park, 100% livre deste risco. Devido a diferença de tamanho entre os parques, há uma infinidade muito maior de hospedagens disponíveis próximas ao Kruger, e uma ínfima oferta perto do Pilanesberg National Park.

Até por conta dessa disparidade de ofertas, o preço também é um pouco elevado nos locais próximos ao Pilanesberg National Park. Encontramos lugares apenas razoáveis com um valor de diária superior aos R$400, e esse foi um dos principais motivos por termos escolhido no final o The Kingdom Resort, onde pagamos pelas 3 diárias para 3 adultos + 1 criança de 2 anos, o valor de R$2.036 (R$678 por dia). Vale lembrar que a diária não incluía nenhuma refeição, nem ao menos o café da manhã. Mesmo assim, comparado com os outros lugares que havíamos encontrado, certamente a relação custo benefício foi excelente.

kingdom8

A imponente entrada do Kingdom Resort

 

O local é dividido em algumas áreas que concentram os quartos/casas, sendo que há algumas opções disponíveis: apenas quartos com banheiro privativo, chalés e vilas. Esta última foi a nossa escolha, optamos pela vila de 2 quartos com piscina privativa. Sim, nossa “casa” tinha uma piscina disponível somente para nós na área externa. Tudo bem que ela era minúscula, mas quebrava um galho legal, ainda mais com criança pequena. Nesta área externa ainda havia uma mesa e uma churrasqueira, além de um local onde era possível acender um fogo, em caso de frio (não foi necessário).

 kingdom2 kingdom3

A área total da nossa residência era de 130 metros quadrados! Após entrar, os dois quartos (ambos suítes) ficavam a direita, e do outro lado ficava a cozinha com uma mesa para jantar e a enorme sala de televisão, que dava para a área externa da piscina e churrasqueira. A cozinha era completa, com geladeira, fogão e microondas. Em caso de necessidade, havia um serviço de lavanderia disponível, utilizamos um dia e não nos recordamos do valor, mas era por quilo e não era nenhum absurdo que os grandes hotéis aqui no Brasil costumam cobrar.

IMG_1797 IMG_1798 IMG_1799 IMG_1801 kingdom1

Ambos os quartos possuíam camas queen size, e como já falado anteriormente, ambos eram suítes. Os banheiros não possuíam banheira, apenas o chuveiro com o box de vidro.

kingdom5 kingdom4

kingdom6

O grande diferencial destes grandes resorts com certeza são as áreas comuns. No caso do Kingdom Resort, o maior atrativo era sem dúvidas o pequeno parque aquático existente por lá, com quatro tobogãs e inúmeras outras fontes de água para a criançada aproveitar (e os adultos também).

IMG_2028 IMG_2029 IMG_2030 IMG_2031 IMG_2033

Ao lado desta área havia um local que servia drinks, com inúmeras poltronas, sofás e balanços:

kingdom9

Próximo dali também ficava um outro atrativo bastante interessante (e diferente, nunca havíamos visto). Uma espécie de “travesseiro” gigante (Jumping Pillow), que funcionava basicamente como uma super cama elástica:

IMG_2024

No caminho até o parque aquático havia também uma área de escalada.

kingdom11

O restaurante principal ficava perto da entrada do resort, e diferentemente do que acontece principalmente aqui no Brasil, os preços eram bastante razoáveis (uma pizza com 8 fatias saia em torno de R$25), porém 80% das opções eram lanches (há um forno a lenha inclusive para as pizzas!):

18_TheKingdom_facility_Acacia_Terrace.jpg.870x511_q85_crop_upscale kingdom10

Ao lado do restaurante havia também uma outra piscina, com um único tobogã.

kingdom7 IMG_2041

Próximo a piscina havia também um percurso de mini golfe, com 18 buracos, disponível para os hóspedes se divertirem. Havia também bicicletas para aluguel (algo em torno de R$10 a hora). O Bernardo adorou!

 IMG_1808 IMG_1810

Também ao lado do restaurante havia um pequeno playground, e próximo de lá uma pequena cama elástica, além de uma mesa de tênis de mesa “roots”, pois era feita de pedra.

IMG_1806 kingdom12

Há também disponível uma espécie de “mini-mercado” dentro do resort, com basicamente bebidas e “besteiras” para comer (preços um pouco inchados, mas nada absurdo).

Depois de listar todas estas atrações, não podemos deixar de falar também da localização do resort: a apenas 13 quilômetros de um dos portões do Pilanesberg National Park. Para quem prefere fazer o passeio sem carro próprio, eles oferecerem saídas diárias do hotel em horário pré determinados.

staff foi simpático em todos os momentos, com uma ou outra exceção, mas que relevamos. Inclusive em uma noite que jantamos no quarto mesmo, no outro dia quando voltamos do safari até a louça estava lavada!

Em tantos anos viajando, certamente este foi o hotel com a diária mais cara onde ficamos, porém devido à extensa lista de atividades, ao tamanho da nossa “casa” e pelo preço das demais hospedagens próximas do parque, certamente foi uma excelente escolha, e definitivamente recomendamos a hospedagem para quem pretende visitar o Pilanesberg National Park. Ali próximo também ficava a “cidade” Sun City, uma espécie de conglomerado de quatro hotéis com diversas atividades extras (como parque aquático, shows noturnos e cassino), mas acabamos não visitando (é cobrada uma taxa só pelo simples fato de entrar no complexo).

Ah, e outro detalhe importante, é que há um supermercado grande a cerca de 15 minutos de carro do hotel, para eventuais necessidades de compras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>