África do Sul com criança – O que fazer?

Quando escolhemos o destino África do Sul, logo pensamos “Em primeiro lugar, o que iremos fazer na África do Sul com uma criança de quase 3 anos?”. E a resposta nos surpreendeu, porque tem muita coisa para fazer.

Vou listar abaixo as opções que nós, e principalmente o Bernardo, gostamos.

Boulders Beach, a praia dos Pinguins

De longe, ver os Pinguins Africanos foi o que o Bernardo mais gostou. A Boulders Beach pertence a Table Mountain National Park. O acesso é controlado e pago, e o local tem uma boa estrutura com rampas para chegar à praia, pontos de observação, além de banheiros.

Por todo caminho você consegue avistar os pinguins, mas quando chega na praia é de tirar o folego. A praia é linda, com areia branquinha, pedras e muitos pinguins.

Localização: A praia fica em Simon’s Town, localizada aproximadamente 45km de distância de Cape Town. Fizemos esse passeio no mesmo dia que fomos ao Cabo da Boa Esperança.
Valor: Adultos pagam 160 rands e crianças 80 rands, por dia.

Safari em Pilanesberg National Park

Nossa primeira escolha para fazer safari foi o Kruger National Park, mas depois de pesquisar vimos que nesse parque haviam um risco baixo de malária, mas como estávamos com uma criança não quisemos arriscar. Então escolhemos o Pilanesberg National Park, que é 100% livre de malária.

Este é o quarto maior parque da Africa do Sul e é uma reserva natural dos Big 5 (búfalo, rinoceronte, elefante, leopardo e leão). E como estávamos com uma criança pequena, tivemos que fazer o Safari com o nosso carro (Self-drive). Para ir no carro aberto de Safari, somente crianças acima de 6 anos.

Fizemos 2 dias de Safari com o Bernardo. Um no fim da tarde e outro no início da manhã, e nos dois o Bê chegou dormindo e só acordamos ele quando conseguimos achar os animais.

O Safari pode ser cansativo para as crianças, pois até achar os animais pode demorar horas. Na minha imaginação, iriamos entrar no parque e os animais estariam bem visíveis andando cada um com o seu grupo. Mas não é bem assim, temos que procurar bastante e contar com a ajuda dos outros carros. E mesmo assim alguns animais ele não conseguia ver.

Mas em alguns momentos tivemos sorte e zebras e elefantes cruzaram a frente do carro, e para o Bernardo isso já valeu muito a pena.

Localização: Bojanala, North West, África do Sul. Fica a 3h30min de Joanesburgo.
Valor: Adultos pagam 110 rands e crianças de 6-12 anos pagam 30 rands. Existe também uma taxa por carro de 40 rands.

Two Oceans Aquarium – Cape Town

Que criança não gosta de passear em um Aquário não é mesmo? O Two Ocean Aquarium fica no complexo do V&A Waterfront, sendo bem fácil de localizar, e reúne principalmente espécies marinhas dos oceanos Atlântico e Índico.

É um passeio bem interessante para a família toda. Logo na entrada existe um aquário de peixe palhaços com um espaço para entrar e conseguir ver os peixes de outro angulo.

Aquário de peixe palhaço

Há também um imenso aquário com peixes, tartarugas e tubarão. Há um lugar onde você pode sentar e relaxar observando o super aquário.

Outra experiencia legal é o tanque aberto, que você pode tocar em estrelas do mar, ouriços, conforme as instruções dos funcionários. E existem outros espaços e aquários que as crianças podem explorar e interagir, o que deixa o passeio ainda mais interessante.

Localização:  Dock Rd, Victoria & Alfred Waterfront, Cape Town, 8002, África do Sul
Valor: A entrada custa 200 rands para adultos, crianças até 4 anos não pagam.

V&A Waterfront – Cape Town

V&A Waterfront é um complexo turístico com muitas lojas, restaurantes, mercado e espaço para as crianças correrem e gastarem a energia. Estávamos hospedados perto, então fomos várias vezes ao V&A Waterfront.

Em frente ao shopping V&A há um parque infantil grande e gratuito. Além disso há apresentações locais que chamam atenção pelo figurino e instrumentos, lojas de brinquedos e artesanatos, sorveteria, e muito mais.

Quando fomos havia também alguns rinocerontes coloridos espalhados, então decidimos fazer a “caçada” aos rinocerontes, o que nos rendeu um belo passeio por todo complexo.

Mas o que mais chamava a atenção do Bernardo era a The Cape Wheel, a incrível roda gigante. O passeio vale super a pena, de dentro das cabines você tem uma visão panorâmica de Cape Town e poderá ver alguns pontos turísticos.

Localização:  Dock Rd, V&A Waterfront, Cape Town, 8000, África do Sul
Valor: A entrada para a roda gigante custa 155 rands para adultos, crianças até 4 anos não pagam.

Table Mountain – Cape Town

A Table Mountain é uma das 7 maravilhas da natureza e esse passeio foi mais interessante para nós adultos do que para o Bernardo, pois a espera pela subida e pela descida se torna cansativo.

Optamos por subir a Table Mountain de manhã cedo (chegamos meia hora depois da abertura) e de teleférico (há a opção de subir por trilha, mas com criança é inviável) e já tinha uma fila gigantesca, esperamos 1:15 até chegar nossa vez no teleférico. Chegando lá em cima, o Bernardo quis explorar o lugar da maneira dele. Então nos dividimos, o Fábio e o Rodrigo foram explorar no modo adulto e a Aline e o Bernardo foram explorar no modo criança, com muita imaginação rolando solta.

Em alguns momentos ventava muito, então íamos procurar abrigo nas “cavernas” achadas pelo Bernardo ou dentro das lojas mesmo.

A estrutura é muito boa (com lanchonete, loja de souvenir, banheiros) então é tranquilo fazer esse passeio com crianças. Só esteja preparado para o vento.

Localização: Upper Tafelberg Road
Valor: A entrada custa 360 rands , sendo ida e volta, para adultos, crianças até 4 anos não pagam.

Bartolomeu Dias Museum Complex – Mossel Bay

Já na entrada do complexo tem um gramado gigante com uma bela vista do mar e que já fez a alegria do Bernardo. Por ele ficaríamos só ali correndo.

Antes de chegar na entrada do museu encontramos o Post Office Tree (Árvore do Correio). Diz a lenda que em 1500 Pedro de Ataíde, comandante de um dos navios de Pedro Álvares Cabral, deixou uma importante carta dentro de uma bota debaixo de uma grande árvore. E em 1501, esta carta foi encontrada por João da Nova, que estava passando por ali a caminho da Índia. Desta forma, foi criado o primeiro Correio na África do Sul.

Post Office Tree (Árvore do Correio)

Hoje, na grande bota construída no local, há uma abertura por onde você poderá enviar cartas e cartões postais para sua família e amigos.

O Museu das Navegações conta a história da chegada dos portugueses na Africa do Sul e possui uma réplica em tamanho real de uma caravela portuguesa usada no período das descobertas de Bartolomeu Dias, que pode ser visitada se você pagar um pouco mais no ingresso.

Ainda dentro do complexo você pode visitar o Museu das Conchas, com exposição de conchas, pequeno aquário e um tanque aberto onde você pode tocar algumas espécies marinhas. Este último bastante interessante para as crianças.

Localização: Market Street, Mossel Bay, 6506, África do Sul
Valor: O valor da entrada é 20 rands. Para ter acesso a caravela paga-se uma taxa adicional de 20 rands.

Knysna Elephant Park – Plettenberg Bay

O parque é uma reserva para reabilitação de elefantes africanos e o principal passeio oferecido é o ‘Be Touched by an Elephant’ que parte a cada meia hora, todos os dias da recepção, entre as 09h e 15h. Já na recepção você paga 45 rands um baldinho com alimentos para os elefantes e então vai para uma salinha assistir um vídeo com as instruções sobre o passeio.

O guia te leva até o local que estão os elefantes e orienta novamente como devemos ficar perto do elefante e como alimenta-los. Não podemos dar bobeira, senão eles pegam o balde todo.

É uma experiencia única chegar tão perto destes animais, que estão soltos, e poder toca-los e alimenta-los. O Bernardo ficou com um pouco de medo de chegar tão perto e ver que eles são enormes. Ele preferiu ficar um pouco mais afastado e então observar o que eles faziam, como se rolar na lama por exemplo.

Localização: Plettenberg Bay, África do Sul
Valor: A entrada custa 320 rands para adultos, crianças até 5 anos não pagam. O “baldinho” com frutas custa 45 rands.

Cabo das Agulhas

O cabo das Agulhas é o extremo sul do continente africano e é considerado para fins hidrográficos como a divisória entre os oceanos Atlântico e Índico.

Mas para o Bernardo o que mais interessava era o caminho que ele podia correr e a quantidade de pedras que ele podia brincar.

O lugar é muito bonito e limpo, e como é de costume na Africa do Sul, venta muito. Mas vale muito a pena o passeio para deixar as crianças explorarem o lugar do jeito delas.

Localização: O Cabo das Agulhas está localizado no extremo sul da África do Sul, está cerca de 225km de distância da Cidade do Cabo. Fizemos essa parada quando estávamos indo de Cape Town para Mossel Bay
Valor: Entrada gratuita

Camps Bay – Cape Town

Se uma viagem pode ser cansativa para um adulto, imagina para uma criança. Quando percebíamos que o Bernardo estava ficando cansado, tirávamos o dia (ou meio período) de folga e ficávamos aquele período sem passeios. Quando ele se cansava de brincar no apartamento ou hotel, escolhíamos uma praia e ficávamos lá apenas descasando.

Em Cape Town a praia escolhida foi a Camps Bay. Uma praia linda, com areia branquinha, água super gelada e emoldurada por montanhas belíssimas, chamados os Doze Apóstolos.

E era assim que passávamos o tempo, apenas curtindo a praia, brincando, sem compromisso e se fosse fim de tarde, assistindo a um por do sol de tirar o folego.

Por do sol em Camps Bay

Localização: Camps Bay fica a cerca de 20 minutos do Centro da Cidade do Cabo.

Valor: entrada gratuita

Como disse acima, viajar com crianças pode ser cansativo dependendo da quantidade de dias e do roteiro. Nosso roteiro na África do Sul era bem puxado, queríamos conhecer o máximo possível em 20 dias. Mas o segredo é ser flexível quanto ao roteiro e ajusta-lo conforme a viagem for acontecendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *